Você sabe o que é Squirt?

Squirt: Você já deve ter visto em alguma cena de filme pornô, a atriz soltar um líquido na hora do orgasmo, como se estivesse fazendo xixi de tanto prazer. Certo?! Muito provavelmente, você deve ter achado é um exagero. Mas, acredite, não é!

squirt ou squirting acontece quando a mulher libera um tipo de “xixi” enquanto goza, parecido com o homem durante a ejaculação do esperma. O nome squirt foi dado exatamente porque a mulher “esguicha” esse líquido para fora.

Em outras palavras, o squirt é a conhecida ejaculação feminina.

Banner Pomada do Dração e do Tigre

Apesar de várias mulheres ainda acreditarem que o squirt é um mito, e esse assunto continue gerando controvérsias entre médicos e outros especialistas, a verdade é que o squirting de fato existe e é mais comum do que muitos imaginam.

 

Afinal, é squirt ou “xixi”?

squirt ou xixi

Apesar de ser muito parecido com o ‘xixi’, o squirt não é somente urina. O líquido que é esguichado durante o orgasmo é, na verdade, uma mistura de urina com ácido prostático (por isso recebeu o nome de “ejaculação feminina”).

No entanto, embora o líquido do squirting contenha ácido prostático, isso não significa que a mulher também tenha próstata. Diferente do que acontece nos homens, esse ácido é produzido por duas glândulas que se localizam próximo ao clitóris e a abertura da uretra, chamadas de glândulas de Skene.

Uma vez que o líquido expelido é claro, transparente e sem cheiro, muitas mulheres ficam na dúvida se é squirt ou xixi. O que distingue um do outro é a consistência do fluído e o cheiro. Enquanto o squirt é aquosa e sem cheiro, a urina é mais amarelada e tem um odor característico.

 

Como acontece o Squirt?

como acontece o squirt

O squirt acontece quando há uma intensa contração das paredes da vagina e de todos os músculos da região em volta, ocasionando assim na contração das glândulas de Skene e na liberação do ácido prostático, que é diluído em alguma urina graças à contração da bexiga.

 

 Curiosidades sobre o Squirting

curiosidades sobre o squirt

Agora que você conhece um pouco mais sobre o squirt, veja algumas curiosidades que vão responder as suas principais dúvidas sobre esse tema:

 

1 – O Squirt não é realmente uma ejaculação 

Obviamente, as mulheres não possuem todo o aparato necessário para ejacular. Portanto, a ejaculação feminina não é realmente uma ejaculação.

Esse nome ganhou popularidade graças ao líquido que é esguichado quando as glândulas de Skene são estimuladas, lembrando a ejaculação do homem.

 

2 – Lubrificação vaginal e o squirting são coisas diferentes 

A maioria das mulheres produz lubrificação excessiva durante o orgasmo, por cauda da contração da vagina, o que leva muitas a acreditar que ejaculação feminina não passa disso, lubrificação em excesso.

Contudo, a ejaculação feminina é algo completamente diferente e que só ocorre durante o clímax sexual. Além disso, o fluído possui uma consistência aquosa, é transparente e não tem cheiro, ao contrário da lubrificação vaginal.

 

3 – Nem todas as mulheres são capazes de ejacular 

Apesar de todas as mulheres possuírem as glândulas de Skene e serem capazes de ejacular, nem todas conseguem alcançar esse fenômeno. Algumas têm mais facilidade que outras, porém, é possível aprender como atingir a ejaculação feminina. A não ser que a mulher tenha algum problema ou doença, não há nada que impeça a ejaculação.

 

4 – Um orgasmo com ejaculação não é mais intenso  

A sensação de expelir líquido durante o orgasmo pode ser muito boa, mas o orgasmo em si não é necessariamente mais intenso só por causa da ejaculação feminina.

Além disso, para conseguir ejacular, é preciso estimular a região da uretra, que fica muito próxima ao clitóris e às glândulas parauretrais, o que proporciona muito prazer.

No entanto, não há nenhuma relação direta entre a intensidade do prazer e a presença da ejaculação.

 

5 – O Squirt não é como nos filmes pornô 

Esqueça a ideia de que a ejaculação feminina fará você (ou a sua parceira) a soltar jatos quilométricos de fluído.

A intensidade e o volume do jato da ejaculação feminina variam de mulher para mulher, mas jamais chega ao nível exagerado dos filmes.

Então, não se decepcione caso isso não aconteça – e não vai.

O truque das atrizes pornô para “ejacular” daquela maneira é beber muita água antes de filmar. Na realidade, elas urinam durante a cena, para simular uma ejaculação.

Outras colocam água na vagina e contraem o músculo pélvico para expelir, o que explica por que tantas pessoas acreditam que a ejaculação feminina é urina.

 

6 – Não é necessário ejacular para ter prazer 

O prazer durante a relação sexual não depende do squirt, já que é completamente possível alcançar o orgasmo sem que a mulher esguiche qualquer tipo de líquido.

Banner E-book Kunyaza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *