Terapeuta Sexual: como funciona e quais os benefícios

Uma terapeuta sexual, pode me ajudar com meu relacionamento? Às vezes, existem questões relacionadas a sexualidade que precisam de ajuda profissional para serem resolvidas. Assim como há momentos em que precisamos de um espaço seguro, sem julgamentos e imparcial, para resolver as nossas queixas. Melhor ainda quando a na solução baseia-se em informações científicas e confiáveis.

São para situações como essas que devemos buscar por um terapeuta sexual. O terapeuta sexual nada mais é do que um psicólogo especialista em sexualidade, que ajuda os seus pacientes a melhorar sua qualidade de vida sexual. Além disso, o processo de psicoterapia especializada funciona como um alívio dos medos e tensões.

O que é sexologia?

A sexologia nada mais é do que o estudo científico da sexualidade humana. Esse tipo de estudo inclui o comportamento, os interesses sexuais e a função humana. E pode ser usada como uma ferramentas para diversos campos acadêmicos, como: biologia, psicologia, educação, sociologia, entre outros.

Banner Pomada do Dração e do Tigre

Um sexólogo estuda e atua em áreas especializadas, abrangendo tanto o desenvolvimento sexual ao longo de todas as fases da vida (sexualidade infantil, sexualidade na adolescência e na maturidade), como relações sexuais, comportamento e atividade sexual. Além disso, o sexólogo também trabalha com identidade e orientação sexual, e também com grupos (adolescentes, sexo em idade avançada,pessoas com deficiência, etc.).

O estudo da função sexual também é parte do termo geral de sexologia, e pode incluir disfunções sexuais como anaorgasmia, disfunção erétil, vaginismo e dor sexual, dentre outras.

Como funciona a Terapia Sexual?

Terapia sexual é o tratamento de disfunções sexuais, geralmente causadas por estresse, fadiga e outros fatores ambientais e de relacionamento. As sessões duram em torno de 50 minutos cada (varia de acordo com o terapeuta), e são realizadas em ambiente seguro e profissional. O especialista conversa com o cliente e vai eliminando alguns bloqueios que prejudicam o sexo ao longo do processo psicoterapêutico.

Não há qualquer tipo de contato íntimo com o paciente, atividades são estritamente fundamentadas em discussões e orientações técnicas e profissionais. O paciente observa a sua evolução em cada sessão, percebendo a melhoria no próprio sexo.

Para quem é indicado?

O terapeuta sexual é recomendado para homens e mulheres que sofrem com as seguintes disfunções sexuais e precisam de ajuda profissional para superá-las:

– Disfunções Sexuais Masculinas:

  • Disfunção Erétil;
  • Ejaculação Precoce;
  • Dificuldade de ejacular;
  • Diminuição do Desejo;
  • Entre outras.

– Disfunções Sexuais Femininas:

  • Anorgasmia (Dificuldade ou Impossibilidade de alcançar o orgasmo);
  • Vaginismo (Contração da vagina impedindo a penetração);
  • Dispareunia (Dor durante a relação);
  • Diminuição do Desejo;
  • Entre outras.

É possível realizar as sessões individualmente ou em casal. A taxa de efetividade dos que procuram um terapeuta sexual e seguem o tratamento é de aproximadamente 100% dos casos. Atualmente, mais de 50% da população brasileira apresenta alguma dificuldade a sexual. O que justifica a grande procura por ajuda especializada.

Quais são os benefícios?

Além de solucionar os problemas sexuais, visitar um terapeuta sexual traz grande melhorias na qualidade de vida. O paciente aprende a expressar os próprios desejos e vontades, bem como lidar com o sexo como algum natural e livre de impedimentos.

A terapia sexual foca na solução das dificuldades sexuais e na melhora do relacionamento da pessoa com ela mesma e seus relacionamentos com outras pessoas.

Veja abaixo alguns dos benefícios que a terapia sexual proporciona para os seus pacientes/clientes:

  • Melhora na autoestima;
  • Melhora na comunicação;
  • Melhora no relacionamento do casal;
  • Melhoria do bem-estar geral.

Como funciona e qual a duração das sessões

Uma consulta de terapia sexual é bastante parecida com qualquer outra sessão de psicoterapia. O terapeuta sexual irá conversar e ouvir você e/ou seu parceiro(a). A diferença, no entanto, está no fato de que o terapeuta também é especificamente capacitado para cuidar e orientar preocupações sexuais.

O terapeuta sexual fornece aos seus pacientes material de educação e informações, assim como dicas, sugestões e também algumas tarefas de trabalho em casa. É importante reiterar que, apesar do nome, não há qualquer tipo de contato ou atos sexuais realizados em uma sessão de terapia sexual.

O psicólogo trabalha de acordo com a sua linha terapêutica de estudo, utilizando de teorias múltiplas e estratégias de tratamento dependendo das necessidades de cada paciente ou casal. Dentro das sessões, o mais importante é que seja estabelecido um vínculo de qualidade, onde o terapeuta e paciente trabalhem juntos.

Empatia e acolhimento são essenciais na decisão de continuar ou não com as consultas após algumas sessões. Sentir-se acolhido, ouvido e perceber a evolução é fundamental para o sucesso do processo e avanços na vida sexual.

Uma sessão individual normalmente dura em torno de 50 minutos. Quando realizada em casal, o tempo e a dinâmica podem ser um pouco diferentes,, geralmente dura entre 90 e 120 minutos. É bastante comum que o terapeuta faça uma sessão individual com cada um dos parceiros.

O objetivo é ouvir e compreender as necessidades e reclamações de cada pessoa. Entender o que pode ser compartilhado ou não no processo entre o casal. Bem como os anseios, as expectativas e os motivos que levaram o casal a procurar o terapeuta sexual.

É preciso ter comprometimento

As preocupações com a sexualidade ou problemas de relacionamento nem sempre melhoram por conta própria, isso porque precisam de comprometimento do indivíduo. Ou seja, não adianta recorrer as sessões de terapia sexual e continuar agindo da mesma maneira.

O terapeuta sexual guiará o paciente através desse processo, motivando-o e apoiando. Além disso, ele também fornece práticas úteis que o paciente/casal implemente e use ao longo da vida.

Para que as sessões sejam mais eficazes, o terapeuta sexual poderá solicitar que o paciente/casal realize algumas tarefas comportamentais, que serão feitas na privacidade de sua própria casa. Por exemplo:

  • Tarefas comportamentais específicas para trabalhar em sua intimidade;
  • Técnicas específicas para trabalhar em suas preocupações de sexualidade;
  • Biofeedback;
  • Técnicas de redução ou relaxamento de ansiedade;
  • Tarefas específicas de relacionamento;
  • Exercícios de comunicação.

Banner E-book Kunyaza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *