Pompoarismo, bolinhas tailandesas como usar?

Você provavelmente já ouviu falar no pompoarismo, no entanto, muita gente torce o nariz quando ouve essa palavra, pois a prática ainda é cercada por certo preconceito e tabu. Isso porque muitas vezes ela é associada apenas àquelas demonstrações um tanto estranhas que vemos por aí, de mulheres levantando pesos, abrindo garrafas e até mesmo escrevendo usando apenas os músculos vaginais. No entanto, como você verá nesse artigo, o pompoarismo não é nada demais e para praticá-lo você não precisa fazer nenhuma dessas coisas bizarras, além disso, você irá conhecer quais os benefícios de incluir a ginástica íntima em sua rotina.

Em primeiro lugar, para quem ainda não sabe, é importante explicar que o pompoarismo nada mais é que uma série de exercícios de contração e relaxamento dos músculos vaginais e circunvaginais.

Existem várias teorias para o surgimento da técnica, uma das mais aceitas é a de que ela teria nascido na Índia e sido aperfeiçoada na Tailândia. Sua origem estaria ligada aos exercícios tântricos preparatórios para um ritual de fertilidade sagrado, denominado Maithuna. Posteriormente, na década de 1950, o ginecologista Arnold Kegel desenvolveu uma série de exercícios (bem parecidos com os que já eram conhecidos pelo pompoarismo) para ajudar no tratamento de mulheres que sofriam de incontinência urinária. Isso porque por meio de pesquisas ele descobriu que esses movimentos exercitavam um músculo que não funciona direito em mulheres que sofrem incontinência urinária.

Banner Pomada do Dração e do Tigre

Além do benefício citado acima, a prática também promete melhorar a saúde feminina de outras formas: combatendo a flacidez vaginal, que pode ser causada pelo parto e pelo envelhecimento e também prevenindo e combatendo cólicas e dores durante a relação sexual.

O pompoarismo também promete aumentar a consciência e controle da mulher sobre a musculatura vaginal, promovendo autoconhecimento e interferindo não apenas em suas relações sexuais, mas também, diretamente, em sua qualidade de vida.

Além de tudo isso, as praticantes da também chamada “ginástica íntima” apontam diversos benefícios, dentre eles: aumento do prazer sexual tanto para a mulher, já que com os exercícios a mulher aumenta sua capacidade de chegar ao orgasmo; quanto para o parceiro, pois ela também aprende vários movimentos que, segundo as praticantes, quando usados durante a relação sexual levam os homens à loucura.

Os movimentos de contração e relaxamento podem ser praticados com a ajuda de instrumentos como o Ben-Wa, que consiste em duas pequenas bolinhas ligadas por meio de um cordão. Atualmente, existe uma grande variedade de produtos no mercado, oferecendo diferentes tamanhos, materiais, pesos etc. Uma maneira bem simples de usá-las é introduzi-las no canal vaginal de forma semelhante a um absorvente interno, de forma que você se sinta confortável, e usá-las por algum tempo enquanto você realiza tarefas diárias leves, como por exemplo, lavar a louça. A idéia é que ao ter a impressão de que as bolinhas possam escorregar, você contrai a musculatura vaginal, quase que involuntariamente, praticando os exercícios de Kegel sem muito esforço. Ressaltamos que antes de iniciar o uso dessa ferramenta é interessante que você converse com sua ginecologista para pedir informações e esclarecer possíveis dúvidas.

Banner E-book Kunyaza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *