Excesso de Intimidade – 10 Coisas Que Você Precisa Parar de Fazer Hoje

bondage
Bondage – Saiba como iniciar nesta prática
27 de janeiro de 2016
Jogos Eróticos
Jogos Eróticos para apimentar a relação
15 de fevereiro de 2016

Excesso de Intimidade – 10 Coisas Que Você Precisa Parar de Fazer Hoje

Excesso de intimidade

Encontrar o amor, com certeza, é o sonho de muita gente. E numa relação a dois é natural que com o tempo o casal fique cada vez mais íntimo e isso traz coisas muito boas, como o crescimento do companheirismo, da cumplicidade e da sinceridade. No entanto, segundo apontam especialistas, é preciso estar atento, pois o excesso de intimidade também pode criar vários problemas, pode acabar com a admiração pelo outro, com o mistério e até mesmo esfriar o relacionamento.

Se você não quer sofrer esses males, confira abaixo alguns exemplos de excesso de intimidade:

1 – Usar o banheiro de porta aberta ou usar ao mesmo tempo

Acredite, o banheiro da sua casa tem porta por uma razão! A porta do banheiro fechada evitará muitas situações desagradáveis e até mesmo constrangedoras entre você e seu parceiro(a). E por mais que a correria do dia-a-dia seja inevitável, você e o seu parceiro precisam de tempo para usar o banheiro um de cada vez.

2Dividir produtos de higiene

Outro problema muito sério ocorre quando o casal compartilha produtos de higiene. Você pode até não acreditar, mas há quem compartilhe escovas de dente e mesmo as lâminas de barbear!

Banner Pomada do Dração e do Tigre

3 – Soltar pum e arrotar

Embora tidos como falta de etiqueta, esses dois itens da nossa lista podem parecer divertidos para alguns, mas imagine isso a longo prazo e todos os dias, é provável que depois de certo tempo já não pareça mais tão divertido, não é? E é lógico que acidentes acontecem, mas não custa evitar que virem rotina.

4Roupas íntimas sujas jogadas pela casa

Nesse tópico, com certeza, muitas pessoas usariam a desculpa da falta de tempo e da correria do dia-a-dia, sendo assim, segue uma dica simples e eficaz: mantenha um cesto de roupas num cantinho do banheiro ou do quarto e pronto, a roupa vai direto para o cesto.

5 – Excesso de intimidade na hora do sexo

Conhecer o outro e ter intimidade na hora do sexo é essencial por várias razões. O problema ocorre quando a intimidade fica excessiva e você deixa de se preocupar com a outra pessoa. Por exemplo, quando no meio da relação você acaba incluindo algum outro tópico dessa lista, como soltar gases, ou dizer coisas que não agradam seu parceiro, achando que não é nada demais.

6 – Achar que está tudo bem se você não cuidar da higiene

Porque, definitivamente, não está! E não se esqueçam que isso também vale para escovar os dentes, cortar as unhas, lavar o rosto ao acordar etc.

7 – Achar que seu parceiro tem obrigação de fazer algumas coisas por você

E acabam se esquecendo de das famosas palavrinhas mágicas: Sua mulher não tem obrigação nenhuma de cozinhar para você e nem seu marido tem obrigação de consertar o motor do carro. Então, da próxima vez que seu parceiro lhe fizer alguma gentileza, não se esqueça de retribuir o ato e nunca se esqueça de dizer: “por favor”, “obrigado”, “me desculpe”…

8 – Achar que pode tomar decisões pelo outro

Alguns casais, com o tempo, acabam deixando de lado as vidas sociais e as necessidades e vontades individuais. O problema é que a partir do momento em que um dos envolvidos acha que conhece o outro suficientemente bem e começa a tomar decisões pelo outro, isso nunca dá certo. Lembre-se, uma relação a dois pressupõe cooperação mútua e para funcionar precisa ter equilíbrio, portanto, aprender a respeitar a opinião do outro é essencial.

9 – Fazer comparações ou comentários esdrúxulos

A verdade é simples: ninguém gosta de ser comparado e mesmo quando o comentário é para agradar seu parceiro, o tiro pode sair pela culatra. A verdade sobre os comentários esdrúxulos é a mesma: definitivamente, ninguém gosta.

Portanto, segue a regra geral para ambos: procure evitar este típico e triste exemplo de excesso de Intimidade

10 – Dividir o mesmo perfil nas redes sociais

Pode até parecer bonitinho e mais prático, mas ter um perfil do casal nas redes sociais já acabou com muitos casamentos. Se eu fosse você… não me arriscaria!

Uma coisa é certa, às vezes, o que te incomoda muito pode não ser nada demais para seu parceiro e vice-versa, portanto, o melhor é sempre ter um diálogo aberto. E não se esqueça de ter bom-senso e pequenos cuidados no dia-a-dia não custam nada, mas valem muito.

E ai? Gostou? Ajude-nos a divulgar esta iniciativa, compartilhe este link na sua rede social preferida.

Banner E-book Kunyaza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *