Como lidar com a libido na menopausa

A menopausa é um período bastante tenso na vida da mulher. Isso porque existem vários desconfortos relacionados a essa fase, como os famosos “calores” e as mudanças de humor, que acabam causando certa apreensão.

No entanto, a falta de libido é o que realmente preocupa a maioria das mulheres, uma vez que pode atrapalhar a vida sexual. Na verdade, ao contrário do que muitas acreditam, acontece apenas a diminuição e não a falta total de apetite sexual. Ou seja, a libido de fato diminui, mas não desaparece.

 

Banner Pomada do Dração e do Tigre

As mudanças hormonais

Mais do que a diminuição da libido na menopausa, as drásticas mudanças hormonais desse período também podem ocasionar:

  • Ondas de calor;
  • Depressão;
  • Mudanças nas mamas;
  • Estresse;
  • Alterações no sono e no humor;
  • Pouca lubrificação.

Esses sintomas variam de mulher para mulher, sendo o mais comum as ondas de calor. A queda da libido está associada, assim como na puberdade, com esse turbilhão de mudanças hormonais que está acontecendo.

A pouca lubrificação vaginal também pode contribuir com essa diminuição. Pois, ainda que seja um problema físico, pode somar ao emocional e provocar a falta de desejo.

 

Não tenha medo de compartilhar

A menopausa pode ser desafiadora para alguns casais, mas é algo precisam enfrentar juntos e que é um aprendizado para ambos. Logo, não tenha vergonha ou receio de expressar os seus sentimentos para o seu parceiro.

Converse com ele e compartilhe as suas preocupações em relação a vida sexual de vocês. É muito importante que ele compreenda o que você está passando para que possa ajuda-la e apoiar mais desse período.

Lembre-se que a menopausa exige uma redescoberta do casal no âmbito sexual, uma atenção maior às preliminares, novas fantasias sexuais e maior liberdade durante o sexo.

São fatores como esses que ajudarão a compensar a falta natural dos hormônios sexuais femininos e, se não houver companheirismo, dificilmente conseguirão ter uma vida sexual prazerosa.

 

Como aumentar a libido na menopausa

A reposição hormonal é um dos procedimentos mais indicados para o aumento da libido na menopausa. Hoje em dia existem várias opções: spray, pílula, gel vaginal, adesivos, etc.

A reposição pode auxiliar, mas é necessário que você faça uma visita ao médico para que ele indique qual é o melhor tratamento para o seu caso, considerando seus níveis hormonais.

Além da parte física, a queda do desejo sexual pode estar ligada a questões emocionais. É preciso entender que, independentemente da menopausa, você continua sendo uma mulher desejável e seu corpo perfeitamente ativo.

Você só tem que fazer alguns ajustes com o uso de lubrificantes, caso sua lubrificação natural não seja suficiente. E apostar em um redescoberta sexual.

Cuidar de si mesma, dar maior atenção para o seu bem-estar (tanto físico quanto emocional) também é uma dica para sentir-se melhor consigo, assim como a masturbação. Aproveitar momentos sozinha para reaprender como se dar prazer é excelente para o aumento da libido e ainda melhorar o humor.

Caso o seu problema emocional persista, aposte em uma terapia. Conversar com um profissional pode ajudar a aliviar suas inseguranças. Também faça atividades físicas que goste, como dançar ou caminhar.

Tudo isso aumenta a disposição e, consequentemente, seu apetite sexual.

Banner E-book Kunyaza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *