50 Tons de Liberdade: assistir ou não?

No dia 8 de fevereiro desse ano foi lançado o filme 50 Tons de Liberdade, baseado no terceiro e último livro da trilogia 50 Tons de Cinza, da autora E. L. James.

Trazendo a continuação da história de Anastasia Steele (Dakota Johnson) e Christian Grey (Jamie Dornan), a última parte da trilogia aborda a superação dos problemas entre o casal e o relacionamento cheio de amor e intimidade. Além do dinheiro, sexo e um promissor futuro.

A história começa com o casamento de Ana e Christian e a sonhada e luxuosa lua de mel em Paris e no litoral francês. No entanto, a vida ainda reserva muitas surpresas para Anastasia e Christian, e os fantasmas do passado como Jack Hyde (Eric Johnson) e Elena Lincoln (Kim Basinger) voltam a impedir a paz do casal.

Banner Pomada do Dração e do Tigre

 

O que esperar de 50 Tons de Liberdade?

O primeiro livro/filme (50 Tons de Cinza), lidava com a inocência de Anastasia Steele e a incapacidade do empresário Christian Grey de amar, além da sua preferência sexual pelo sadomasoquismo e a dominação.

Já o segundo (50 Tons Mais Escuros), há o retorno de ex-amantes, namoradas psicóticas, stalkers e a revelação de que Christian só gostava de castigar as mulheres com quem se envolve por conta de um trauma causado por sua falecida mãe, que era promíscua e viciada em drogas.

Para o terceiro, não há evolução no enredo ou nos personagens. 50 Tons de Liberdade, ao contrário dos outros livros/filmes, assume de vez o seu propósito sexual. Ou seja, é um filme blockbuster com cenas softporn. Para quem gosta de assistir algo picante, mas que não seja tão “intenso” quanto um pornô.

 

50 Tons de Liberdade deixa a desejar?

Se comparado ao livro, sim. O filme não possui a mesma ousadia das cenas quentes que são descritas no livro.

Embora haja questões de classificação indicativa e arrecadação nos cinemas, que são dois pontos que acabam restringindo certos detalhes que fariam do longa mais “fiel” a série, 50 Tons de Liberdade é pudico nesse aspecto e são poucas as vezes que se aventura a mostrar o bumbum do Grey.

Além disso, há muitos furos na trama e cenas sem sentido, o que torna o filme um tanto entediante e desconexo em certos momentos.

O ponto alto do filme, com certeza, é a o casamento e a lua de mel da Anastasia e do Christian. A narrativa consegue entregar o clima de conto de fadas romântico que faz a felicidade das fãs da saga, e retoma as tradicionais tomadas envolvendo jatinhos, iates e carros exclusivíssimos.

 

Vale a pena assistir?

Como dito acima, 50 Tons de Liberdade é essencialmente um filme blockbuster com cenas softporn. Se a ideia é assistir somente pelas partes picantes, para apreciar o boy magia Jamie Dornan e o clima de contos de fadas, é uma boa opção.

Agora, se você procura um enredo bem trabalhado e uma trama envolvente, talvez não seja exatamente o que está procurando.

 

Ficha técnica do filme

Veja abaixo a ficha técnica de 50 Tons de Liberdade:

 

– Título: Fifty Shades Freed (Original)

– Ano produção: 2018

– Dirigido por: James Foley

– Estreia: 8 de Fevereiro de 2018 (Brasil)

– Duração: 106 minutos

– Classificação: 18 anos.

– Gênero: Drama, Romance

– Países de Origem: Estados Unidos da América

 

Elenco:

– Dakota Johnson: Anastasia Steele

– Jamie Dornan: Christian Grey

– Arielle Kebbel: Gia Matteo

– Brant Daugherty: Luke Sawyer

– Eric Johnson: Jack Hyde

– Fay Masterson: Gail Jones

Banner E-book Kunyaza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *