3 Exercícios simples que vão mudar seu relacionamento

A chamada Psicologia Positiva estuda o impacto dos aspectos positivos da vida humana, como alegria, felicidade, bem-estar, alem do equilíbrio físico e mental. Criada pelo psicólogo americano Martin Seligman, que define a Psicologia Positiva como “o estudo científico do funcionamento humano ideal que visa descobrir e promover os fatores que permitem que indivíduos e comunidades prosperem”, essa nova área da psicologia veio para ajudar as pessoas a se relacionarem melhor seja no campo profissional, pessoal ou sentimental, tornando os relacionamentos mais saudáveis e felizes.

Do ponto de vista da Psicologia Positiva, uma pessoa que mantém bons relacionamentos ganha muito com a interação e o apoio do outro. Ter alguém para ‘cuidar’ e sentir-se ‘cuidado’, assim como compartilhar a vida, eventos, pensamentos e sentimentos, torna o ser humano mais apto a lidar com as dificuldades e as adversidades da vida, assim como aprendem a celebrar os momentos felizes e trabalhar para construir e reforça situações favoráveis.

Ao tentar melhorar o relacionamento, muitas proibições surgem como sugestões para uma vida a dois perfeita: Não critique, não seja rancoroso, não culpe, não deixe a tampa do vaso levantada, não esprema a pasta de dentes no meio, entre outras. Mas isto é totalmente errado, os casais mais felizes focam-se em fazer o que tem de ser feito, ao invés de apenas se focarem nas interações negativas, eles trabalham ativamente para a construção da positividade nos seus relacionamentos, ressaltando o que é bom, ao invés de reprimirem, a todo instante, comportamentos e ações que são indesejadas. O segredo é manter um equilíbrio favorável das emoções positivas em cima das negativas, ajudando assim os relacionamentos a prosperarem.

Banner Pomada do Dração e do Tigre

Para ajudar os casais alguns exercícios foram criados para que os mesmos possam praticar para que o hábito de ressaltar as coisas boas se torne rotineiro fortalecendo assim o relacionamento. 

Exercício 1:

Seja grato – Agradecer o seu parceiro parece simples, mas a gratidão pode fornecer a dose diária de incentivo que o mantém motivado a longo prazo. A gratidão ajuda a lembrar-nos das boas qualidades dos nossos parceiros. Não só a gratidão mas também o reconhecimento. Saber agradecer, elogiar, reconhecer ações, vincar atitudes, e reconhecer virtudes no parceiro permite reforçar o envolvimento do relacionamento saudável e criar emoções fundamentadas. 

Exemplo: As palavras e o diálogo têm um enorme poder e impacto por isso escolha palavras que ressaltem o bom trabalho e que mostrem sua gratidão. 

Substitua: Obrigado por fazer o jantar, eu estava realmente com fome. 
Pela seguinte frase: Você é um grande cozinheiro, foi tão gentil da sua parte ter cozinhado para mim.

Dessa forma além de mostrar sua gratidão você ressalta uma qualidade e aspectos positivos do seu parceiro (a). 

Exercício 2:

Potencialize boas notícias – Ter o apoio do nosso parceiro quando enfrentamos tempos difíceis é fundamental, mas a forma como você recebe os bons momentos tem um papel muito importante na estabilidade do relacionamento. Ao responder com entusiasmo aos sucessos do outro, fazendo perguntas, dando elogios, e incentivando-se mutuamente, traz maiores benefícios ara o relacionamento ao longo do tempo. 

Exemplo: Quando algo de bom acontecer ao seu parceiro(a), como uma promoção, um elogio de um colega de trabalho, ou mesmo uma grande gargalhada de alguém que gostou de uma piada, aproveite a oportunidade para reforçar o acontecimento, se mostre interessada, pergunte, interaja com a novidade. Você não precisa de um grande evento como “desculpa” para potencializar o outro. 

Exercício 3:

Seu “EU” ideal – Os casais mais felizes e com melhor entendimento ressaltam o melhor de si. Mas quando os parceiros se assemelham com os mesmos anseios e objetivos, tornam a relação mais forte e benéfica para si. 

Exemplo: Liste seus objetivos pessoais. Pense sobre as qualidades que você mais gosta no seu parceiro. Depois verifique se há combinações entre o que você quer ser ou conquistar e os aspectos do seu parceiro que você aprecia. Em seguida, peça que ele(a) lhe ajude a melhorar nos pontos que mais interessam a você. Este pequeno exercício permiti que você se aproxime do seu ideal, mas também promove a aproximação do casal. 

FONTES

www.miguellucas.com.br

http://www2.uol.com.br/vivermente

http:/vilamulher.uol.com.br

Banner E-book Kunyaza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *